Sistema Integrado de Gestão Empresarial – O que é, e por que tê-lo?

O Sistema Integrado de Gestão Empresarial, permite que sua empresa automatize e gerencie os processos produtivos, financeiros, comerciais e gerenciais.

O sistema integrado de gestão empresarial, também conhecido como ERP (Enterprise Resource Planning ou Planejamento de Recursos Empresariais), permite que sua empresa gerencie a operação automatizando seus processos produtivos, financeiros, comerciais e gerenciais.

Esta buscando profissionalizar a gestão de sua empresa? Saber o que é um Sistema de Gestão ERP, e como ele pode ajudá-lo é o primeiro passo rumo a eficiência operacional e gerencial!

O Software de gestão empresarial, tem por objetivo principal integrar as diferentes fases de uma operação, incluindo o planejamento de produto, desenvolvimento, fabricação, vendas e marketing, e permite que uma empresa gerencie sua operação automatizando seus processos produtivos, financeiros e gerenciais.

Os Sistemas de Gestão ERP, são o grande diferencial na gestão financeira das empresas atuais e de todas aquelas que estão buscando inovar seus procedimentos.

Sistemas de Gestão ERP, são o grande diferencial na gestão financeira das empresas

Sem a necessidade de planilhas, o Software integrado de Gestão proporciona uma visão geral e detalhada de todos os setores da empresa, oferecendo serviços automatizados e, portanto mais ágeis e eficientes, não sujeitos às costumeiras falhas e enganos cometidos nas atividades manuais.

Um Sistema integrado de Gestão Empresarial(ERP) trabalha interligando os diversos subsistemas de gestão da empresa, fazendo com que todas as informações conversem entre si, de forma a facilitar a análise e também o controle de cada etapa da produção da companhia. Assim, todas as áreas trabalham de forma sincronizada com a gestão estratégica adotada, como a produção, vendas, logística, marketing, etc. Tudo isso de forma precisa e em tempo real.

Sistema integrado de Gestão Empresarial

Necessidade de implantar um ERP

Ao iniciar um pequeno negócio, muitos empreendedores fazem todo o planejamento e gestão por meio de tabelas no Excel. No começo, essa ferramenta ajuda a monitorar o volume de estoque e controlar o fluxo de caixa. Porém, quando as vendas aumentam, manter todas as informações atualizadas e organizadas pode ser uma tarefa complicada.

É nesse momento que a gestão perde o controle da empresa e, sem os números necessários, torna-se inviável realizar um bom planejamento para realinhar o empreendimento.

A intensidade das negociações no mercado tem aumentado constantemente, junto à necessidade de informações por parte do fisco. No cenário atual, procedimentos manuais não são suficientes para levar uma PME à se manter no mercado, muito menos à liderança no seu segmento.

A utilização de softwares de gestão é a melhor alternativa para fornecer um aparato mais adequado para a contabilidade de sua empresa e, dessa forma, garantir que todas as demandas fiscais sejam atendidas via processos automatizados, salvando seu negócio das pesadas multas aplicadas pelos órgãos públicos.

sistema integrado de gestão empresarial para contabilidade

Esse nível de automação digital é fundamental para organização, melhoria no controle dos processos para fornecer uma visão macro do negócio aos gestores, desde recursos como fornecimento de dados em tempo real até informações gerenciais de grande importância, como margem de lucro por produto.

Vantagens de ter um Sistema Integrado de Gestão Empresarial

Se você pensa em reduzir custos, aumentar os lucros e melhorar a qualidade do atendimento aos clientes, certamente o uso de um sistema ERP é uma das principais chaves para atingir esse resultado.

Muitos são os benefícios em investir em um ERP, tais como:

  • Qualidade e eficácia;
  • Redução de custos;
  • Agilidade empresarial;
  • Extinção do uso de interfaces manuais;
  • Otimização do fluxo da informação e eficiência dentro da organização;
  • Otimização do processo de tomada de decisão;
  • Extinção da redundância de atividades;
  • Redução dos limites de tempo de resposta ao mercado;
  • Redução das incertezas do Lead Time ou tempo de aprovisionamento;
  • Incorporação de melhores práticas (codificadas no ERP) aos processos internos da empresa;
  • Redução do tempo dos processos gerenciais;
  • Redução de estoque;
  • Redução da carga de trabalho, já que atividades repetitivas podem e devem ser automatizadas;
  • Melhoria do controle das operações da empresa.

Por centralizar as informações, uma série de rotinas passarão por uma profunda modificação, ganhando em performance e agilidade.

O acesso a dados precisos permite que a análise de mercado tenha um impacto maior nos resultados do negócio. Analistas conseguirão desenvolver estratégias de vendas que foquem nos produtos certos no seu melhor momento para venda.

Já o atendimento a clientes será feito com alto nível de precisão. Todos os profissionais da área poderão verificar o histórico de relacionamento do consumidor com o empreendimento em alguns cliques. Consequentemente, a qualidade do apoio prestado será maior.

Diante desses fatores, o sistema integrado de gestão empresarial deve ser visto como um investimento estratégico.

A empresa poderá manter vários serviços funcionando com baixo índice de erros e atingir o máximo de economia possível.

Sistema integrado de Gestão Empresarial

Como escolher o ERP ideal para sua empresa?

No entanto, não basta decidir adotar um software de gestão ERP. É preciso buscar um bom fornecedor para não ter aborrecimentos, como por exemplo, caso o software em contratado seja descontinuado.

A escolha do ERP ideal deve levar em conta uma série de fatores. Afinal, esse é um software de grande importância para uma empresa que pretenda atingir novos públicos e manter-se competitiva.

O SLA (sigla para Service Level Agreement, ou Acordo de Nível de Serviço, em português) precisa ser definido conforme as normas técnicas do empreendimento. Já o feedback de usuários antigos auxilia a identificação de pontos fracos na prestação de serviços ou o suporte ao usuário.

A periodicidade de publicação de updates e do roadmap de evolução do sistema deve ser verificada. Ela precisa ser realizada continuamente, garantindo que bugs e falhas de segurança serão eliminados com agilidade, tornando este outro ponto importante.

upgrade em sistema integrado de gestão empresarial

A garantia de evolução do sistema também é importante para que o investimento não se torne obsoleto rapidamente.

O ERP deve dar o pleno suporte ao seu processo de negócios, evitando assim, que sejam feitos processos críticos para o sucesso de sua organização fora da plataforma.

Além disso, a maneira como o negócio gerencia dados de usuários também precisa ser avaliada.

Em troca de um ERP gratuito, muitas desenvolvedoras utilizam dados de clientes para exibir anúncios direcionados. Isso é algo que deve ser avaliado durante a definição do SLA. Se isso for um problema para o negócio, opte por ferramentas que não compartilhem os seus registros anonimamente, ainda que de graça.

Outra coisa que o empresário deve ter em mente ao escolher um fornecedor é sobre o tipo de hospedagem da ferramenta, se em nuvem ou instalado localmente.

Avaliando tais fatores, você conseguirá identificar um sistema integrado de gestão empresarial para gestão adequado às suas necessidades e ao perfil do negócio.

Sistema integrado de Gestão Empresarial

Quanto Custa ter um ERP

O custos da implantação de um ERP podem variar entre zero (soluções gratuitas) até alguns milhões de dólares. Tudo depende da complexidade da empresa e das suas necessidades gerenciais.

Custos comuns na implementação de um ERP:

  • Implantação = 40%
  • Conversão de dados = 20%
  • Treinamento e gestão de mudanças = 15%
  • Software = 15%
  • Hardware = 15% (Apenas em soluções locais)

SAP Business One


FONTE: EverFlow, Ernesto Haberkorn


 

Compartilhe!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.