Qual o ponto de equilíbrio de sua empresa?

Qual o Ponto de Equilíbrio de sua empresa? Esse questionamento deveria ser respondido facilmente pelos gestores, porém, na maioria das empresas essa informação não existe.

Ter informações periódicas são fundamentais aos empresários, mas essas informações devem ser consistentes e organizadas de modo que possam ser utilizadas com segurança e clareza.

A medida que as empresas crescem o fluxo de movimentação requer organização, sistematização entre outros procedimentos e controles e muitas vezes apenas implantar um sistema de gestão seja ele um ERP ou não, não quer dizer que a empresa está sob controle.

A alimentação das informações ocorre de maneira natural, até pela necessidade do fluxo de operações empresarias, mas ao extrair essas informações passamos a entender sua qualidade ou não, e geralmente quando essas informações passam a ser analisadas observamos que a grande maioria é de baixa qualidade. Mas é possível reverter esse cenário, e tem que ser corrigido, pois é com ele que a gestão deverá ocorrer.

Ter informações detalhadas das despesas fixas, conhecer individualmente ou por família de produtos as margens de lucro, a tributação entre outras informações, são necessidades básicas de qualquer gestão, só que isso não ocorre nas empresas. Se sua empresa, vive um cenário semelhante, é muito importante corrigir essa “falha”, até porque, são com as informações passadas que podemos definir o que queremos e onde querermos chegar.

ENCONTRE SEU PONTO DE EQUILÍBRIO REAL

Deve-se trabalhar para identificar a Margem de Contribuição de sua empresa, definir procedimentos para obter o Custo Fixo Total e por consequência obter o Ponto de Equilíbrio.

Um empresário tem por obrigação saber qual o volume mínimo de vendas que ele deve atingir mensalmente para na pior das hipóteses “empatar”, não ter lucro nem prejuízo, porém, para se chegar a esse número um grande exercício administrativo deve ser feito.

Começar um mês sabendo que com base em informações Contábeis/Financeiras deve-se no mínimo faturar determinado valor, é de grande valia a gestão empresarial; é comum vermos empresários que tem essa “informação” baseado no achismo, a competitividade do mercado não permite mas esse tipo de informação.

O administrador com foco em dados e resultados deve focar nas áreas de Contabilidade Gerencial, Controladoria, Finanças e Administração, objetivando trabalhar os dados gerados pelos sistemas, validá-los e convertê-los em informações seguras para a gestão empresarial.


FONTE: Portal Administradores [Walber Souza]


 

Compartilhe!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.