Introdução ao Integration Framework do SAP Business One – B1if

Conheça mais sobre o Integration Framework do SAP Business One, e entenda o significado e a importância da integração de dados e sistemas na gestão empresarial digital

Em uma vida de negócios diária, o tema da integração desempenha um papel cada vez mais importante. A integração afeta muitas áreas de uma empresa, como cooperação comercial, integração de funcionários de outros países, conexão de unidades de negócios e um aspecto muito importante é a integração de diferentes sistemas de software e componentes que melhor aprimoram os processos da sua empresa.

Especialmente em tempos de digitalização, as empresas enfrentam cada vez mais o desafio de conectar diferentes componentes de software, como sistemas diferentes, aplicativos móveis, integração de sensores e outras tecnologias, para se tornar uma empresa mais automatizada, inteligente e conectada.

Conheça neste artigo mais sobre o Integration Framework do SAP Business One e sua importância em tornar sua Empresa Inteligente.

Que tipos de interfaces estão disponíveis no SAP Business One para troca de dados?

O SAP Business One é um sistema ERP muito aberto e flexível que oferece várias possibilidades de troca de dados entre os limites do sistema.

Para troca de dados no SAP Business One, temos duas interfaces, chamadas de Application Programming Interfaces (APIs), presentes no sistema:

Tecnologia SAP HANA Service Layer API

API de última geração para o negócio digital, permitindo que você crie aplicativos móveis leves consumindo dados e serviços do SAP Business One usando protocolos de núcleo aberto, como HTTP e OData. Essa tecnologia está disponível apenas para o SAP Business One, versão para SAP HANA.

DI API do SAP Business One

A DI API contém objetos e métodos que permitem aos desenvolvedores ler, gravar, atualizar e remover objetos de dados no nível do banco de dados. A DI API está disponível para o SAP Business One no MS SQL também.

Resultado de imagem para sap business one service layer di-api

Troca de Dados e Conexão do Sistema Externo em Geral

O Integration Framework do SAP Business One é uma solução baseada em navegador da Web para projetar fluxos de integração para troca de dados entre diferentes sistemas.

Em contraste com a integração clássica de componentes de software por meio de desenvolvimento interno e uso direto das APIs existentes, vários componentes/serviços já existem na estrutura de integração que simplificam as tarefas de integração, como serviços de integração, diferentes adaptadores, balanceamento de carga e funções de segurança, controle de fluxo de mensagens e monitoramento, tratamento de erros, fácil ajuste quando as APIs mudam, um gerenciamento de processos de negócios leve e muito mais.

O Integration Framework do SAP Business One é parte integrante do SAP Business One e pode ser usada em todas as instalações de clientes, independentemente da local da instalação, on premisse ou na nuvem.

O que é o Integration Framework e por que usá-lo?

O Integration Framework fornece uma infra-estrutura que permite a comunicação e a interação entre aplicativos de software (como o SAP Business One, outras soluções SAP e sistemas não-SAP), independente se eles são aplicativos em nuvem ou aplicativos locais. 

Em contraste com o desenvolvimento de interfaces de programação de aplicativos (APIs) clássicas para troca de dados, o desenvolvimento dentro do Integration Framework ocorre apenas em espaços dedicados, chamados átomos. Existem vários tipos de átomos para suportar o design de integração.

O propósito do Integration Framework é fornecer mapeamento de dados e informações transformadas para os aplicativos de software envolvidos. 

Isso significa que as definições são fornecidas para sistemas emissores e receptores, o mapeamento de dados e seus valores, quais dados devem ser transformados e trocados, os intervalos de tempo especificados ou solicitações para quando a troca de dados deve ocorrer e muito mais.

Todas as definições para a troca de dados são salvas no Integration Framework em um objeto ou formulário conhecido como cenário.

Cenários de Integração

O Integration Framework fornece a possibilidade de criar cenários personalizados específicos. Conhecimento de TI, XML/XSLT, JavaScript, bem como SQL básico e um entendimento geral da estrutura de dados do SAP Business One são suficientes.

No entanto, já estão disponíveis cenários prontos para execução, que podem ser alterados ou adaptados para atender às necessidades específicas do cliente. Alguns desses cenários padrão ampliam os vários processos padrão no SAP Business One, como solicitação de cotação, checkout do cliente, integração intercompany, integração de subsidiárias, conexão com o SAP Hybris ou o SAP Ariba. Outros cenários cobrem requisitos legais, como faturas eletrônicas para diferentes localizações, e assim por diante.

Resultado de imagem para b1if integration scenarios

Qual são os benefícios do Integration Framework?

O uso do Integration Framework tem várias vantagens. 

Adaptação rápida em caso de mudanças

Vamos supor que um cenário seja criado para troca de dados e sincronização com outros sistemas. Pode ser possível que mudanças aconteçam, por exemplo, novos campos estão disponíveis e devem ser considerados. 

Esses novos campos podem ser incorporados ao mapeamento ou excluídos, se necessário. Além disso, as alterações de versão do SAP Business One geralmente não afetam os cenários de integração já criados.

Uso independente de versão

Um único cenário pode ser criado para trocar e sincronizar dados em vários bancos de dados da empresa SAP Business One. Este cenário único pode ser usado para as diferentes versões de lançamento do SAP Business One. 

Vamos supor que em uma nova versão novos campos estejam disponíveis. O cenário existente pode ser atualizado usando esses novos campos. O mesmo cenário ainda pode ser usado para as versões mais antigas, apesar de não ter os campos disponíveis. Além disso, as diferentes versões de liberação do SAP Business One estão disponíveis para seleção e uso no Integration Framework.

Reutilização de cenários

Outro benefício do framework de integração é a reutilização de componentes existentes. 

Vamos supor que um cenário para trocar e sincronizar dados entre dois bancos de dados seja criado. Não é necessário criar um novo cenário ao adicionar um novo banco de dados com requisitos de integração semelhantes. O cenário existente pode ser aprimorado ou usado como um cenário de modelo.

Quais versões/modelos de programação estão disponíveis para o Integration Framework?

Versão 1 do Integration Framework

A versão padrão atual do Integration Framework do SAP Business One é a versão 1.x, também chamada de modelo de programação 1. Essa é a versão padrão para instalações do SAP Business One, que normalmente é executada on premisse no lado do cliente.

Versão 2 do Integration Framework

Uma nova abordagem alternativa para a criação de cenários de integração foi adicionada ao SAP Business One 9.3 PL04. É chamado de quadro de integração 2.0 para o SAP Business One e oferece possibilidades de executar conteúdo de integração para vários clientes na nuvem.

O modelo reside na parte superior da plataforma de integração, oferece um Ambiente de Desenvolvimento Integrado (IDE) para o desenvolvimento de cenários e usa os recursos da plataforma com uma abordagem de nível inferior ao modelo do Integration Framework 1.x. O Integration Framework 2.0 é executado diretamente na plataforma de integração. Para acessar o Integration Framework 2.0, é necessário chamar um URL diferente.

Ambas as versões do Integration Framework 1.x e 2.0 são independentes e os pacotes de integração podem ser executados simultaneamente sem conflitos de tempo de execução. Ambas as versões do Integration Framework compartilham o mesmo SLD.

Gerenciamento de Processos de Negócios

O Business Process Management (BPM) é parte da estrutura de integração e o objetivo é projetar, modelar e automatizar processos de negócios.

O Business Process Management orquestra diferentes cenários de integração, adicionando tarefas automatizadas ou ações humanas. Por exemplo, um processo precisa esperar até que determinadas informações sejam fornecidas ou após o término de um período de tempo definido.

O Business Process Management está disponível para os dois modelos de integração, versão 1.x e 2.0.

Resultado de imagem para Business Process Management (BPM)


FONTE: SAP Blogs


 

Compartilhe!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.